10 passos para uma candidatura Portugal 2020

10 passos para uma candidatura Portugal 2020
7
Mar

Portugal 2020. Se quer saber os passos duma candidatura, está no local certo.

Se tem uma empresa, produto ou serviço que se enquadra numa candidatura ao Portugal 2020, conheça os 10 passos que o podem ajudar a orientar a sua atenção e a evitar erros ou prevenir falhas. A nossa equipa de consultores do Portugal 2020, baseada na sua experiência em gestão de projectos de investimentos, preparou este documento para o ajudar.

 

 

  1. Inscrição no Balcão 2020

    O Balcão 2020 é o interface de relacionamento entre o Portugal 2020 e as empresas/promotores. Vá a www.portugal2020.pt e inscreva-se no Balcão 2020. É fácil, só precisa da senha de acesso ao Portal de Finanças.

  2. Selecção dos programas existentes

    O passo seguinte de uma candidatura  é saber qual o programa onde os seus investimentos encaixam. Os programas existentes podem ser consultados no site do Portugal 2020. Aviso prévio: a legislação é vasta e complexa, pelo que muito mais eficaz do que perder horas à volta dos regulamentos é contactar a SHIFT-UP.

    Nós ajudamos a enquadrar as suas ideias e projetos. Numa reunião. Gratuitamente e sem compromisso.

  3. Identificação dos avisos de abertura

    Cada programa de apoio ou incentivo funciona com avisos de abertura periódicos, pelo que para calendarizarmos o projecto e a candidatura é importante perceber se existem avisos abertos ou quais os timmings dos próximos avisos. Essa informação está disponível no Balcão 2020.

  4. Elaboração da candidatura

    Uma vez encontrado o programa e verificada a existência da janela de oportunidade, há que preparar a candidatura ao Portugal 2020. É um processo eminentemente técnico onde a experiência e o “know-how” normalmente fazem a diferença entre uma boa candidatura e uma candidatura vencedora. Deixe isso com quem sabe. Fale connosco que nós sabemos. E até assumimos parte do risco, com honorários baseados em fee de sucesso.

  5. Submissão da candidatura

    Momento importante, pois é a partir daqui que se pode iniciar o investimento, sem comprometer a elegibilidade do mesmo. É nesta altura que se devem estabelecer as regras e procedmentos internos com vista a garantir a conformidade dos investimentos a realizar, nomeadamente em matérias documentais, contabilisticas e fiscais, bem como as regras de publicitação. É mais uma fase onde ter bons consultores faz a diferença.

  6. Notificação da decisão sobre a candidatura

    Em média, 60 dias após a submissão aos programas de apoio e incentivos, dependendo dos programas e dos avisos em causa, são notificados os resultados das candidaturas. É o momento de festejar ou de se arrepender de não ter preparado convenientemente a candidatura. No nosso caso, normalmente festejamos! Mais de 80% das vezes festejamos e celebramos o sucesso dos nossos clientes.

  7. Contratação

    Assim que recebida a boa nova da aprovação da candidatura, é altura de contratar os incentivos com o Estado. Primeiro, verificando os termos da aprovação e fazendo alegações, se necessárias. Aceites as condições, há que formalizar o Termo de Aceitação. Convém verifica-lo e submete-lo devidamente assinado dentro dos prazos legais.

  8. Pedidos de reembolso

    Embora o investimento já se possa ter iniciado com a submissão da candidatura, é agora que se podem fazer os pedidos de pagamento, através dos quais se demonstra a realização e pagamento dos investimentos e se pede que o Estado entregue a parcela de incentivo correspondente, de acordo com o que foi contratado. É finalmente a fase em que a tesouraria agradece! Assegure-se de que pede tudo a que tem direito, da forma certa e no momento oportuno. Não se preocupe que nós fazemos.

  9.  Auditorias aos projectos

    Existem auditorias externas aos projetos, contratadas pelos organismos gestores dos programas. Estas auditorias incidem sobre a vertente física – verificação da existência e posse dos bens adquiridos – e sobre a vertente financeira – verificação da conformidade documental e contabilistica. Na SHIFT-UP Consulting estamos habituados a estar presentes, apoiando a empresa nestas auditorias.

  10. Encerramento

    É a última fase, que em certos programas pode ocorrer alguns anos após a primeira. São libertadas as verbas finais e verificado o cumprimento de objectivos. Em alguns programas, é altura de ter direito a prémio de realização – se, claro, trabalhou bem o projecto e se teve o aconselhamento profissional adequado!

    Uma boa notícia, não precisa de esperar por esta fase para fazer outras candidaturas!
    Esteja sempre atento às oportunidades.

    Fale com a nossa equipa de consultores Portugal 2020