Guia de Formação de A a Z

Guia de Formação de A a Z
22
Mai

Tudo o que deve saber sobre formação, de A a Z

A Shift-Up Academy, fruto da sua experiência e investigação constante sobre práticas formativas e ações de formação realizadas, elaborou um guia onde lhe damos a conhecer alguns dos termos e terminologias frequentemente usadas na área da formação para que a compreensão de todas as ações, processos e intervenientes seja mais clara. Estamos, naturalmente, ao vosso dispor para qualquer esclarecimento sobre como poderá aplicar estes conceitos na sua empresa, na sua equipa e qualificar os seus recursos através de uma das mais importantes áreas de especialização de recursos humanos: a formação profissional.

 

  • Avaliar: todas as ações de formação deverão ser avaliadas, seja no que diz respeito à sua eficácia, eficiência, aprendizagem ou impacto;
  • B-Learning: Ensino que combina sessões presenciais, com sessões à distância, utilizando para o efeito a Internet.
  • Coordenador Pedagógico: Responsável pelo apoio à gestão da formação e pela gestão pedagógica da mesma.
  • Diagnóstico necessidades de formação: Deteção de carências, a nível individual e/ou coletivo, referentes a conhecimentos, capacidades e comportamentos tendo em vista a elaboração de um plano de formação.
  • E-learning: modelo de ensino não presencial, à distância, apoiado em tecnologia, que possibilita a autoaprendizagem.
  • Formador e Formando: Formador – Indivíduo qualificado detentor de habilitações académicas e profissionais específicas, cuja intervenção facilita ao formando a aquisição de conhecimentos e/ou desenvolvimento de capacidades, atitudes e formas de comportamento. Formando – Indivíduo que frequenta uma ação de formação.
  • Gestor da Formação: responsável pela política de formação, pela sua gestão, execução, acompanhamento e coordenação geral, e ainda pela gestão dos recursos afetos à organização ou entidade de formação.
  • Homologação de Cursos: Resultado de que um curso está de acordo com as condições impostas e está pronto para transmitir experiência e competência aos alunos que o frequentem.
  • Inicial (formação): Formação que se destina a criar condições e adquirir capacidades indispensáveis para poder integrar na vida profissional.
  • Jogos Pedagógicos: Conjunto de técnicas que permitem uma participação e envolvimento geral dos formandos, implicando a linguagem oral, gestual e corporal, tendo sempre presente um objetivo pedagógico.
  • Levantamento de Necessidades Formativas: Recolha e tratamento de informação relativa a carências a nível individual e/ou coletivo referentes a comportamentos a nível de conhecimentos, capacidades e atitudes que podem conduzir a um deficiente desempenho e baixa produtividade.
  • Módulo: Conjunto de unidades organizadas, com uma sequência lógica e didática que, em conjunto têm como finalidade alcançar um objetivo geral, ou seja, o objetivo da ação de formação.
  • Nível de Formação: Patamar da estrutura de níveis de formação em relação ao qual é definido o posicionamento de uma determinada ação de formação, em função do nível de habilitações académicas e profissionais exigido à entrada, das condições e grau de autonomia no exercício profissional e das competências conferidas pela frequência com aproveitamento dessa ação de formação.
  • Objetivos. Descrição dos resultados a alcançar com a ação de formação, indicando o que os formandos devem ser capazes de fazer depois de concluída a aprendizagem.
  • Planos de sessão: Conjunto lógico e estruturado das atividades a realizar, num dado período temporal, orientado para objetivos previamente determinados.
  • Qualificação Profissional: Através da formação profissional pretende-se que os formandos se preparem e aprimorem as suas habilidades de forma a terem qualificações profissionais para executar funções específicas.
  • ROI (Return on Investment): Avaliação comparativa entre os investimentos em formação e os benefícios dos resultados da mesma para a empresa.
  • Sessão: Conjunto de atividades desenvolvidas num determinado período de tempo que visam alcançar um ou mais objetivos pedagógicos específicos.
  • Tutor: Indivíduo que no processo formativo desempenha funções de enquadramento, integração, orientação e acompanhamento, individuais ou de grupo, nas atividades de formação em contexto de trabalho.
  • Unidade de Formação de Curta Duração (UFCD): É um conjunto estruturado de conteúdos, com a duração de 25h ou 50h, com sequência pedagógica que visa a aquisição de um conjunto de competências.
  • Validação: Conjunto de processos e métodos utilizados para medir de forma continua e sistemática a eficácia e eficiência da formação.
  • Zero Reclamações: Qualquer entidade trabalha para que nenhum formador, formando, cliente tenha motivos para reclamar. O objetivo é ter zero reclamações no final de cada projeto.

Se precisa de implementar um plano de formação na sua empresa, fale com a Shift-Up Academy. Temos uma equipa de Consultores de Formação à sua disposição.